Quinta, 02 de outubro de 2014
Novo Doe
Boas Ideias em Comunicação
25.03.2009
Curso de informática incentiva leitura e escrita em Fortaleza (CE)
Adital

Após identificar dificuldades enfrentadas pelos jovens para passar por qualificações profissionais, uma organização não-governamental apresentou o projeto ao Banco do Nordeste do Brasil (BNB) para atender parte dessa demanda com base na formação em informática. O título do projeto “Multiplicadores de Inclusão Digital: um Incentivo à Geração de Oportunidades de Trabalho e Renda” é quase autoexplicativo, se não fosse o incentivo à leitura e à escrita, também presente nas atividades programadas.

A ação foi proposta pela ONG Ação Solidária de Integração Social Desenvolvimento Sustentável (Asis) e tem sido desenvolvida, desde 2008, na comunidade do Conjunto Alto Alegre, na Paupina, bairro periférico que fica próximo ao limite sul de Fortaleza. A entidade realiza, desde 2001, cursos de formação profissional nas áreas de turismo, gastronomia e artesanato, entre outras.

O teólogo Almir Soares da Silva, coordenador-geral da Asis, afirma que a proposta do projeto atual foi pensada para formar jovens que possam ser multiplicadores posteriormente. O projeto, realizado em três etapas, desenvolve e qualifica os conhecimentos em informática, capacita para o incentivo à leitura e à escrita e, no último momento, atende estudantes com dificuldades de aprendizagem.

Após uma seleção, quarenta participantes foram escolhidos para a primeira etapa: um curso de 200 horas-aula sobre teorias, conceitos e aplicativos práticos da informática, como introdução preparatória para as fases seguintes. Quanto à evasão verificada no decorrer do curso, Almir Soares pondera que a principal causa não é negativa. “De certa forma, nos deixou felizes. Alguns deixaram de cumprir a carga-horária porque conseguiram emprego”, explica.

Em um segundo momento, vinte jovens do grupo que finalizou o curso inicial foram escolhidos para uma nova capacitação, com 120 horas-aula, desta vez com ênfase em Língua Portuguesa. De acordo com o teólogo, deve haver uma nova seleção para apontar os dez participantes que vão ser os instrutores da última fase do projeto: um curso de incentivo à leitura e à escrita digitais para dez estudantes de escolas públicas.

O Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura do Ceará (Crea-CE) também dá suporte ao projeto. O conselho doou os dez computadores utilizados pela Asis no projeto, que garantiu recursos para o pagamento de profissionais e instrutores, material didático, alimentação e outros equipamentos. Já o espaço onde acontecem os cursos é um galpão construído por uma empresa de transportes que apoia a entidade.

Além de cursos, a Asis promove, todos os anos, a Feira de Pequenos Negócios e Cultura (Fenepec). O evento, que chega à oitava edição em 2009, procura integrar o bairro e comunidades vizinhas e apoiar o empreendedorismo solidário, fortalecendo o desenvolvimento local sustentável.

Na programação, além de artesanatos e outras produções culturais, estandes apresentam a diversidade da gastronomia. “Só no ano passado, cerca de oito mil pessoas passaram pela feira”, comemora o coordenador da Asis. A última edição da Fenepec contou com o patrocínio do BNB e de outros parceiros, como o Crea-CE. “Nós queremos valorizar o bairro. A vontade é de ver o bairro crescer”, diz Almir Soares.

Após a conclusão do projeto “Multiplicadores de Inclusão Digital”, ele planeja realizar novas edições com a mesma ideia para atender outras pessoas, além de cursos mais aprofundados para os jovens que participaram dessa capacitação em informática.

As matérias do projeto “Boas Ideias em Comunicação” são produzidas com o apoio do Banco do Nordeste do Brasil (BNB).

Link permanente:
Ao publicar em meio impresso, favor citar a fonte e enviar cópia para:
Caixa Postal 131 - CEP 60.001-970 - Fortaleza - Ceará - Brasil
Início
Adital na Rede
Artigos mais lidos (nos últimos 7 dias)
  1 2 3 4 5  
Notícias mais lidas (nos últimos 7 dias)
  1 2 3 4 5